Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Projeto de Lei Legislativo denomina artéria de Rua Carlos Henrique Apel

Projeto de Lei Legislativo denomina artéria de Rua Carlos Henrique Apel

        Vereadores aprovaram, por unanimidade, em sessão ordinária desta segunda, 11, o Projeto de Lei Legislativo de autoria do vereador Fernando Barp, no qual denomina artéria de nosso município de “Rua Carlos Henrique Apel – Comerciante”, localizada no Loteamento Poltronieri.

         Carlos era filho dos comerciantes Augusto Apel e Irene Speracke Apel. Nasceu em outubro de 1934 no município de Três Arroios e na sua adolescência migrou para o município de Arabutã, Santa Catarina, onde trabalhava desde cedo com seus pais no comércio de tecidos e alimentos da família.

         Em 1958, aos 24 anos, se deslocava até Erechim de caminhão para buscar mercadorias na Indústria de Bebidas Koller para vender no comércio de sua família, e foi desta forma que acabou conhecendo a sua primeira esposa, Irma Koller, filha dos fundadores da empresa de Bebidas Koller e se casaram em março de 1960. Desta união nasceram Marcia, Magali, Marlei e Mateus.

         Após o matrimônio foram morar com os pais em Arabutã e, após um período decidiram se mudar para Erechim. O casal passou a residir em uma das residências da própria indústria Koller, no bairro que leva o mesmo nome, onde viveram por muitos anos.

         Em 1969 Carlos deixa a indústria para investir em outro negócio, uma distribuidora de bebidas juntamente com seus cunhados. Assim o casal muda-se para a cidade de Aratiba.

         A empresa obteve sucesso até o ano de 1973, quando Carlos decide sair da sociedade e retorna com sua família para Erechim, onde é convidado pelos administradores da Koller para retornar à empresa como funcionário e ser o vendedor externo de suas mercadorias, já que possuía muito bem o produto e era um comerciante nato.

         “Único e pioneiro representante comercial da empresa e do produto, trabalhou por 40 anos como representante comercial da empresa Koller ajudando a conquistar a sua história. Profissão que fez grandes amizades e orgulhou toda a família, como não media esforços para ajudar a quem necessitava. Buscava sempre ajudar pessoas desempregadas do município a ingressar na área de vendas, indicando, dessa forma, amigos e conhecidos para vagas na empresa Koller”, lembra.

         As três filhas lhe deram sete netos que residem em Erechim e eram a alegria do homenageado. “Tinha muitos amigos e gostava de festas e reuniões em família. Tradicionalista, era sota-capataz do CTG Heróis do Ibirapuitã e adorava frequentar rodeios, invernadas e fandangos”.

          Em julho de 1988 Carlos e Irma divorciaram-se e, três anos mais tarde, uniu-se a Amélia Dalla Vecchia. Desta união, em março de 1996 tiveram a filha caçula, Karla Amélia Apel. 

         No ano de 1996 foi diagnosticado com câncer no esôfago. Lutou muito contra a doença por dois anos, falecendo em 1998 aos 63 anos de idade. “Uma pessoa muito querida que deixa saudades aos familiares, parentes, amigos, clientes e a todos que tiveram o prazer de conviver com ele”, finaliza o vereador. 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.