Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Projeto Sugestão de Clarice quer estudos para a instalação de estacionamento de bicicletas

Projeto Sugestão de Clarice quer estudos para a instalação de estacionamento de bicicletas

         Vereadores aprovaram, por unanimidade, Projeto de Lei Sugestão, ao município, para que realize estudos de viabilidade para a criação e instalação de estacionamento de bicicletas, tais como o bicicletários e paraciclos.

         No projeto, como locais, os que funcionem órgãos públicos, escolas agências, bancárias, hospitais, centros clínicos, shopping centers, centros comerciais, indústrias, supermercados e similares, com estacionamento privado ou terceirizado, que deverão disponibilizar espaço específico destinado ao estacionamento de bicicletas.

         Deverão ser destinadas, no mínimo, 10% das vagas existentes no local, sendo que a segurança dos ciclistas e pedestres deverá ser determinante para a definição do local na implantação do estacionamento de bicicletas.

         Clarice destaca que o transporte alternativo é uma maneira de se locomover, usando um meio diferente, dos mais tradicionais. “A bicicleta é um exemplo disso, pois em alguns lugares ela é usada porque é mais barata, como em países com a Índia e a China. Outras pessoas escolhem andar de bicicleta por questão ideológica porque não agride o meio ambiente e não causam transtornos como os automóveis”.

         A Holanda adotou a bicicleta como principal transporte, visto que o trânsito naquele país é adaptado para receber este meio de transporte. São ciclovias priorizadas, o que garante a segurança de todos. “Diferente, os brasileiros não tem a mesma estrutura para usá-las, esse é o maior motivo para que ela não seja popular nos grandes centros urbanos do Brasil. Os que tentam se transportar com as bicicletas enfrentam dificuldades, pois não há espaço destinado a elas, muitas vezes os ciclistas disputam espaço com veículos, o que pode provocar graves acidentes”, alerta.

         “A Constituição Federal de 88 tutela um meio ambiente ecologicamente equilibrado e preservado, sugerindo desenvolvimento sustentável, crescimento econômico e utilização dos recursos naturais de forma consciente”, finaliza.

registrado em: