Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Última sessão ordinária mirim de 2018 é marcada por homenagens e agradecimentos

Última sessão ordinária mirim de 2018 é marcada por homenagens e agradecimentos

por Giulianno Olivar publicado 07/12/2018 08h00, última modificação 07/12/2018 08h00

Empossada no final de 2017, a atual legislatura mirim teve sua última atividade oficial na última quarta-feira (5). Em clima de despedida, com direito a muitas homenagens e agradecimentos, os pequenos parlamentares do Poder Legislativo erechinense realizaram a quinta sessão ordinária do Programa Vereador Mirim (PVM) em 2018, e, mais uma vez, mostraram que a vocação para a boa política não tem idade para se manifestar. No próximo ano, serão realizadas novas eleições nas escolas das redes pública e privada, a fim de escolher os vereadores da legislatura de 2019.

Como ocorreu ao longo do ano nas demais sessões, os vereadores mirins apresentaram diversos pedidos de providências, informações e indicações – todos de grande interesse da comunidade. Além da votação das solicitações (aprovadas por unanimidade), os edis acompanharam uma palestra sobre a importância da valorização do professor, ministrada pela psicóloga Daniela Manfro Campagnolo. Já no espaço destinado ao expediente político, os jovens parlamentares utilizaram suas falas para agradecer o apoio dado por professores, respectivas comunidades escolares e seus vereadores-padrinhos.

Para a coordenadora do PVM, Elisete Tozatti, foi um ano de enorme aprendizado junto a estes pré-adolescentes que já demonstram um grande entendimento acerca dos temas que contribuem para a formação da cidadania. “Quando fazemos uma retrospectiva desta caminhada, vemos a importância de ter trabalhado o papel do Legislativo com os vereadores mirins, além de ver a realidade dos problemas que afetam nossa população e trabalhar valores éticos e morais”, diz Elisete, enfatizando a importância de agregar os jovens à vida política. “Temos que acreditar em nossa juventude, trabalhando na sua formação o exercício da consciência política para entender e modificar as realidades do seu meio”, completa.

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.