Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Vania se empenha para a busca de registro do Banco de Sangue no COES na capital do Estado

Vania se empenha para a busca de registro do Banco de Sangue no COES na capital do Estado

         Para tanto estará acompanhando o encaminhamento da documentação para registro e posterior obtenção do Atestado de Utilidade Pública Estadual, para o passo seguinte ser a busca da filantropia.

         Buscando dados junto o Executivo Municipal, Lei de número 3.900 de 31 de outubro de 2005, assinada pelo então prefeito Eloi João Zanella, é declarava de utilidade pública a Associação Beneficente dos Receptores de Sangue de Erechim, “entidade sem fins econômicos, de caráter filantrópico e assistencial, com tempo indeterminado de duração, que tem por finalidade efetuar atividades de assistência social gratuita na doação de sangue para pessoas carentes internadas nos hospitais do município, com atendimento filantrópico, assim como de promover, sistematicamente, campanhas de doação de sangue no sentido de educar e conscientizar a comunidade da necessidade e da importância da doação”.

         O que se quer, destaca a vereadora, como Arpini, é a busca efetiva da filantropia nos níveis municipal, estadual e federal, visto o Banco de Sangue ser serviço de utilidade pública. Para tanto, serão mobilizados parlamentares de níveis estadual e federal, para que, desta forma, se concretize em realidade os meios que darão suporte para que o Banco de Sangue saia de uma vez por toda da atual situação que sofre hoje devido aos pagamentos que deve fazer com relação a Classe Patronal, como da busca de recursos para a sua manutenção e parcerias.

         “A situação do Banco de Sangue de Erechim exige uma atuação firme e com propósitos exatos para que possamos, todos juntos, classe política e comunidade local e regional, buscar caminhos tangíveis para hoje, amenizar a situação e, amanhã, criar os caminhos necessários para que possa caminhar com suas próprias pernas e continuar beneficiando, cada vez mais, as necessidades de Erechim e municípios da região, pois não podemos ficar, como outras situações, dependentes do município de Passo Fundo”, finaliza.